Correios Tecnologia

Visão Sistêmica das AGFs

Foto 4

Como mencionei em minha última publicação, participei de diversas implantações de Agências dos Correios Franqueadas assim como prestei suporte às mesmas. Durante esse período pude acompanhar a evolução sistêmica e ouvindo funcionários e franqueados realizei uma análise. Acompanhe agora a Visão Sistêmica das AGFs.

No ambiente de Agências dos Correios Franqueadas atual existem 4 principais sistemas de pré-postagem. Exceto o sistema SECT AGF, não citarei os nomes dos mesmos nesse post mas abordarei minha visão sobre o assunto passando por Plataforma desenvolvida, Banco de dados, Funções, Segurança, Suporte, Atualizações, Integrações e Custo.

Plataforma dos Sistemas de Pré-Postagem

As plataformas onde esses sistemas operam são diferentes, exceto em dois deles que na verdade eram um único sistema no início mas acabaram dividindo-se. Após a divisão um avançou mais que o outro e hoje é mais popular. O outro não mudou muito mas mesmo assim ainda possui um parte do mercado. No entanto, ambos ainda operam na mesma plataforma de desenvolvimento, que é robusta mas complexa, o que dificulta mudanças. Os outros dois sistemas são do sul do Brasil. Um deles é o SECT AGF, que opera com uma plataforma diferente, utilizando-se do desenvolvimento I-CASE que organiza o desenvolvimento em módulos interligados entre si e qualquer alteração o código é replicado aos demais agilizando e simplificando o desenvolvimento. O outro sistema apresenta uma plataforma diferente pois o mesmo opera 100% em nuvem e por isso sua plataforma é toda WEB. Porém por mais que possua mais de um servidor realizando balanceamento de carga, backups acaba sendo arriscado operar em nuvem com links de internet brasileiros.

Banco de dados

Os dois primeiros sistemas que citei acima desde o início utilizaram os bancos de dados do Microsoft Office Access (mdb). O fato é que bancos do Access são indicados para pequenas aplicações, small business devido à sua estrutura e segurança. Os usuários desses sistemas ainda passam por muitos problemas que ocorrem nesses bancos, principalmente por tabelas que corrompem. Esse sistema, recentemente disponibilizou aos seus clientes a migração para SQL Server, no entanto a estrutura de tabelas é a mesma. O SECT AGF desde o início utiliza o SQL Server como banco de dados e não há relatos de problemas desse tipo. No sistema web gaúcho, por sua plataforma ser web o mesmo opera com banco de dados do mesmo tipo, mas pode ser muito mais vulnerável à invasões.

Funções

Todos esses sistemas oferecem as necessidades básicas de uma AGF, no entanto existem alguns diferenciais que melhoraram o desempenho da AGF, reduzem custos e possibilitam o desenvolvimento da mesma. Em 3 dos principais sistemas existem as funções básicas como pré-postagem, consultas, relatórios simples, etc. Porém, dentro de uma agência existem muito mais processos, tais como conferências, expedição, administrativo, financeiro, controle de processos, gerenciamento de vendedores, etc. Nesse ponto o SECT AGF desenvolveu bastante pois o sistema evoluiu atendendo o que as agências necessitavam e hoje vem crescendo cada vez mais oferecendo esses módulos citados além de muito mais.

Segurança nas Postagens

Devido a quantidade de objetos processados por dia em uma agência, falhas humanas podem acontecer. Algumas agências aplicam penalidades em seus funcionários para os mesmos terem mais atenção em seus processos e evitarem falhas. Isso acaba sendo desagradável e pode aumentar a rotatividade de colaboradores na agência, o que é ruim. Logo, o sistema de pré-postagem precisa oferecer uma segurança nas postagens. Hoje, a maioria das agências por não realizarem a conferência do BDF, seja pela falta de suporte ou desconhecimento, acabam ainda sofrendo com essas falhas. Outro ponto é a digitação que na maioria dos sistemas prioriza a velocidade e não segurança. Um ponto interessante no SECT AGF é que ele possibilita o cliente escolher a prioridade de sua agência, se é velocidade ou segurança ou ambos.

Suporte

O suporte dos sistemas amadureceram muito nos últimos anos. Porém em dois dos principais sistemas para atender a demanda, contratam muitos atendentes e como já presenciei, são despreparados. O outro sistema do sul, por não terem muita presença de mercado, não tenho informações de como é o suporte. No SECT, eu mesmo como atendente de suporte do mesmo, conheci a equipe que mesmo pequena, sempre deu conta de atender todos os clientes e com um diferencial de terem um atendimento mais pessoal com o cliente, sempre estão dispostos a atender sugestões e até personalizar o sistema especialmente para ele.

Atualizações

Não acompanhar a evolução dos Correios é um problema muito comum entre os sistemas de pré-postagem. Com muita frequência ouço de franqueados reclamações referente a atualizações. Principalmente agora com a mudança nas tabelas dos Correios. Todos os sistemas precisam aguardar as informações dos Correios para então realizarem a alteração nos seus sistemas, mas por dificuldade nas plataformas como mencionei ou falta de preparo, alguns deixam a desejar nesse quesito.

Integrações

Oferecer integração ao sistema que seu cliente utiliza é um enorme diferencial para a agência. Isso é um dos pontos que mais fazem o cliente mudar de AGF, pois facilita seu processo e agilizam as postagens. Hoje a maioria já possui integrações mas é necessário analisar bem o funcionamento. No caso recente de uma agência em que implantei o SECT, eles tomavam muito tempo postando uma enorme quantidade de cartas para um cliente no sistema anterior mas através da integração no SECT AGF, ajustamos a ferramenta e a agência reduziu significativamente o tempo gasto nessas postagens.

Custo

No caso dos dois primeiros sistemas, o custo pode ficar muito alto de acordo com a estrutura da agência e de quais funções eles passem a usar. No Webservice do sul por sua estrutura precisar ser maior, o custo repassado às agências é o maior em relação aos outros sistemas, além das taxas de serviços adicionais também ser maior que a dos outros. O SECGT AGF hoje possui o melhor custo x benefício do mercado. Dadas as funcionalidades do sistema, a maioria das agências reduzem muito seu gasto com sistemas e acabam tendo uma solução mais completa.

 

Essa é minha visão sistêmica dos sistemas. Interessou-se pelo SECT? Não perca o vídeo de Apresentação do SECT na SPM dia 18/04 às 10h onde mostrarei os principais diferenciais e vantagens.

 

Sobre o autor

Sulivan Braga

Desenvolvedor Full-Stack e representante de suporte do sistema SECT na Santana Solutions, possuo interesses também em Design, Publicidade e Marketing.

Outubro, 2017

Nenhuma publicação agendada

Anúncios

X